Inovação para sustentabilidade

Compartilhar:

Fica cada vez mais evidente que o modelo no qual se baseiam, em grande parte, nossas sociedades e a concepção na qual se estruturam os processos produtivos, baseados na linearidade da extração-processamento-uso-descarte, demonstram fadiga e dão sinais de exaustão, revelando a perigosa aproximação de limites intransponíveis. Isso implica que não é possível continuar a fazer as coisas da mesma forma: é preciso mudar.

Os complexos desafios da sustentabilidade mostram que pequenas e graduais mudanças, apesar de muitas vezes necessárias, não serão suficientes para provocar uma alteração de rumo e resolver os grandes desafios que se impõem no século 21. Daí a importância de questionar nossos modelos, de pensar “fora da caixa", em outras palavras: inovar. Entretanto, não pode ser 'qualquer inovação', a inovação deve ter como base questões de sustentabilidade e muitos defendem que a inovação é central para atingirmos o objetivo do desenvolvimentos sustentável.

A inovação vai além dos aspectos tecnológicos e relativos aos produtos ou processos produtivos, para os quais é preciso investir em pesquisa e desenvolvimento. A inovação diz também respeito à forma como nos relacionamos e nos articulamos para resolver problemas comuns. Em uma perspectiva mais filosófica, faz-se necessária uma mudança de paradigma, isto é, uma mudança disruptiva que repense de forma mais geral como nossa sociedade entende os ciclos de vida e nossa responsabilidade neles.

Na perspectiva das empresas é necessário revisitar seu posicionamento frente aos desafios globais, buscando romper com modelos 'antigos', ligados ao 'business as usual', que contribuíram para chegarmos ao estado atual e que, dificilmente, serão fontes de solução para nossos desafios presentes. Uma mudança de posicionamento com inovação e vinculada à sustentabilidade implica em analisar os impactos positivos e negativos das atividades (no curto, médio e longo prazos), buscar, propor e adotar soluções alternativas cujo balanço dos impactos é significativamente positivo. A transição para uma economia de baixo carbono, os negócios sociais, os investimentos de impacto, a economia circular, o compartilhamento de bens e serviços podem ser exemplos de inovações com sustentabilidade, disruptivas e que podem trazer soluções.


Perguntas do questionário ISE relacionadas ao tema

Desempenho das empresas em indicador relacionado ao tema


Esquecemos algo? Tem alguma sugestão sobre este texto?