Serviços ecossistêmicos

Compartilhar:

As transformações que aconteceram ao longo do processo de formação da Terra foram fundamentais para o desenvolvimento da biosfera, ou seja, para o surgimento da vida no planeta. Biosfera ou “esfera da vida", é o conjunto de todos os ecossistemas da Terra, sendo nesse sentido, o maior nível de organização ecológica que inclui a biota (o conjunto dos seres vivos) e os meios com os quais esta interage e sobre os quais se desenvolve. São eles: a litosfera (meio mineral: rochas e solo), a hidrosfera (meio hídrico: água no estado líquido), a criosfera (água em estado sólido: gelo e neve) e a atmosfera (camada de gases que envolve a Terra).

Para que a vida tivesse condições de surgir na Terra, e evoluir para formas mais complexas, foi preciso que alguns dos elementos presentes em altas concentrações na atmosfera fossem também 'removidos'. É o caso especialmente do carbono presente no gás carbônico (CO2), que foi absorvido pelas plantas que por meio da fotossíntese gradualmente substituíram o gás carbônico e o vapor de água presentes em altas concentrações na atmosfera por oxigênio.

Capturar gás carbônico e produzir oxigênio é um importante serviço ecossistêmico, ou seja, um serviço essencial para os seres humanos e demais seres vivos prestado pela natureza, mas não é o único. Os serviços ecossistêmicos (também chamados de serviços dos ecossistemas, ambientais ou ecológicos) são todos os benefícios que se obtém a partir do funcionamento adequado dos ecossistemas.

Outros exemplos incluem o fornecimento de água doce, alimentos, madeira, fibras, fitoterápicos (serviços de provisão); a regulação do clima, a qualidade do ar, a purificação da água, a regulação dos níveis de água (enchentes) e o controle da erosão, a decomposição de resíduos, a polinização (serviços de regulação); o ciclo de nutrientes bioquímicos (como Fósforo e Nitrogênio), a formação dos solos e outros processos naturais necessários para a manutenção dos demais serviços (serviços de suporte) e valores estéticos, espirituais e religiosos, recreação e ecoturismo (serviços culturais).

A deterioração física dos ecossistemas, a destruição de habitats, a extinção de espécies e a perda de biodiversidade, o acúmulo de substâncias estranhas à biosfera (como por exemplo acúmulo de fósforo e nitrogênio na água – rios, lagos e oceanos) são fatores que reduzem a oferta dos serviços ecossistêmicos que beneficiam os serem vivos, especialmente os serem humanos que dependem, inclusive economicamente, deles.

As empresas precisam entender os impactos que causam aos ecossistemas na realização de suas atividades, e não menos importante, entender a sua dependência desses serviços. Formas de entender os impactos é por meio da valoração destes serviços, isto é, tentar estimar o custo para a empresa, ou ainda a sociedade, da sua perda ou severa diminuição, ou ainda estimar o valor adicionado caso as atividades da empresa colaborem com os serviços ecossistêmicos. Um exemplo disso seria o cálculo de desmatamento evitado da empresa à manutenção de áreas que, de outro modo, seriam desmatadas. O objetivo deste cálculo é mostrar a importância econômica desses serviços, ainda que não seja possível sua reposição apenas com recursos financeiros. Existem muitas ações possíveis que as empresas podem fazer a fim de proteger os ecossistemas e os serviços ecossistêmicos, como o apoio à conservação e o pagamento por serviços ambientais.


Perguntas do questionário ISE relacionadas ao tema

Desempenho das empresas em indicador relacionado ao tema


Esquecemos algo? Tem alguma sugestão sobre este texto?