Transparência

Compartilhar:

A transparência é um dos princípios da boa governança corporativa que devem ser adotados por empresas responsáveis e comprometidas com a sustentabilidade. A transparência é essencial para fundamentar o processo de tomada de decisão em diferentes esferas: investidores, consumidores, clientes, comunidades, governo e a sociedade como um todo.

Ser transparente implica em comunicar não só o que interessa à própria empresa, mas considerar seriamente qual a necessidade e interesse dos stakeholders e disponibilizar informações além das que são obrigatórias por leis ou regulamentos. A empresa deve ser transparente quanto à sua identidade (visão, propósitos, princípios e valores), compromissos, objetivos, metas, indicadores, impactos, riscos, desafios e oportunidades de suas atividades, entre outras informações que possam ser relevantes. A comunicação deve ser clara, acessível, tempestiva e equilibrada, isto é, devem ser apontados aspectos positivos e negativos de forma equilibrada. Destacar aspectos positivos e evitar os negativos não é uma atitude transparente e pode levar à tomada de decisões equivocadas, por isso é fundamental haver balanço. O compromisso com a transparência pode ser sintetizado em uma política de divulgação de informações.

É preciso haver consistência entre as várias formas e diferentes canais com as quais a empresa informa e presta conta das suas ações: políticas, relatórios, internet e instrumentos de propaganda e marketing. Cada instrumento tem uma finalidade específica e destina-se a um ou mais públicos diferentes, mas todos devem estar alinhados à mensagem que a empresa deve passar. Além do equilíbrio entre aspectos positivos e negativos, é preciso considerar a relevância dos temas tratados, que pode ser avaliada por meio de processos específicos de materialidade.


Perguntas do questionário ISE relacionadas ao tema

Desempenho das empresas em indicador relacionado ao tema


Esquecemos algo? Tem alguma sugestão sobre este texto?